Case: RJ, Marca Registrada do Brasil

O Rio de Janeiro mudou muito nos últimos anos, e era fundamental mostrar o que foi feito. O trabalho começou em 2011 e teve participação ativa da Prole, indo desde a construção da narrativa até as prateleiras e vitrines de todo o Estado.

Expandir

Case: Cidade Olímpica

O sonho de fazer do Rio uma cidade olímpica vem de longe. O que faria desta a candidatura vitoriosa? Como poderíamos vencer metrópoles como Chicago, Madri e Tóquio? Com o alinhamento das três esferas de governo – estado, prefeitura e União – e uma estratégia de comunicação que posicionou a cidade internacionalmente, o sonho se tornou realidade. Como agência do Governo do Estado e da prefeitura do Rio, a Prole teve papel relevante nessa trajetória.

A campanha olímpica vitoriosa nasceu ainda nos Jogos Pan-americanos, em 2007, quando a Prole gravou depoimentos de grandes atletas internacionais revelando seu apoio ao Rio como sede das Olimpíadas. A partir disso foi traçado um plano de comunicação que englobou todas as etapas da candidatura, culminando com a participação direta na preparação dos dirigentes brasileiros que defenderam o Rio em Copenhagen. Ao mesmo tempo, a Prole produziu uma campanha de mobilização dos cariocas, incluindo a articulação do apoio da mídia. Essa estratégia pode ser resumida em um slogan, que se desdobrou em várias ações de comunicação: Rio Loves You.

A prova do sucesso veio na forma de uma grande celebração em Copacabana que mostrou a dimensão do engajamento popular. Mas este foi apenas o início. Com a vitória, tínhamos pela frente o desafio de transformar a cidade maravilhosa, deixar uma herança que fosse além dos Jogos. A Prole concebeu então uma plataforma digital capaz de consolidar esta nova identidade e registrar detalhadamente esta transformação: o site www.cidadeolimpica.com. Mais do que um registro histórico, o site Cidade Olímpica torna esta mudança transparente e evidencia a profundidade e a dimensão do legado que será deixado para os moradores.

O Rio está se tornando uma cidade mais justa e integrada. Uma cidade planejada para atender sua população, sem distinção de classes. Enfim, uma Cidade Olímpica. A Prole é uma agência carioca e que acredita no Rio. Testemunhar e documentar essa transformação são, mais do que uma tarefa, uma satisfação.

Expandir

Case: Vitacon

Cliente: Vitacon

Alexandre Lafer Frankel procurou a Prole querendo ser o Steve Jobs brasileiro. Ele queria que sua construtora, a Vitacon, fosse percebida como a empresa mais inovadora do setor. A Prole fez da mobilidade urbana uma causa da Vitacon. O livro Como viver em São Paulo sem carro, fruto da parceria articulada entre Alexandre e o jornalista Leão Serpa, foi lançado em 2012 e ganhou uma segunda edição em 2013, e a página do movimento no Facebook já tem mais de 100 mil seguidores. A Prole também passou a trabalhar com a Vitacon no desenvolvimento de novos produtos, como a rede VN Casa, especializada em apartamentos compactos e próximos ao metrô que se tornaram referência no segmento. A Vitacon teve ampla presença na mídia nos últimos anos

Expandir

Case: Bolt in Rio

Como conquistar tão grande espaço na mídia e divulgar uma marca, mesmo com um orçamento limitado?

Esse tem sido o desafio da Puma Prole. Usain Bolt está chegando ao Rio gerou 247 inserções em jornais, revistas, televisão, internet e mídia devolver US $ 6 milhões. Veja um pouco mais sobre esta história.

Expandir

Case: Rio, Eu Te Amo:

Cliente: Santander

Para divulgar o patrocínio do filme Rio Eu Te Amo, a Prole criou uma série de ações para o Santander. Todas elas buscavam a interação com as pessoas para amplificar seu alcance. O cartaz personalizado é mais um exemplo desse trabalho.

Expandir

Case: I Feel Orange

Conquistar mercados habituados a outros padrões de consumo e superar a falta de reconhecimento em âmbito nacional. Estes eram os desafios encontrados pela Prole em junho de 2010, quando a Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos – CitrusBR iniciou seu trabalho de Gestão de Imagem.

O suco de laranja, derivado de um dos mais importantes produtos da agricultura brasileira, perdia espaço nos mercados consumidores internacionais; dentro do país, os produtores sofriam com a falta de reconhecimento da mídia e da sociedade brasileira, apesar de serem líderes globais majoritários e grandes geradores de empregos e divisas.

Definimos então um plano de gestão de imagem e a implementação de uma nova narrativa institucional, simples e poderosa: Laranja. Faz bem para você, para quem produz e para o Brasil. Criamos uma agenda ambiciosa para a citricultura brasileira, com a produção de materiais e eventos que objetivaram revelar as ameaças e oportunidades compartilhadas por todos os elos da cadeia.

No âmbito global, desenvolvemos um projeto piloto capaz de conectar a imagem do setor da laranja às novas gerações de consumidores globais: a campanha I feel orange. Uma campanha com conceito auto-explicativo, forte e impactante, capaz de levar a positividade da laranja para o mundo.

Para a Prole, a laranja é mais que uma cor ou um sabor. Laranja é uma atitude saudável, positiva, inspiradora. Desenvolvemos uma estratégia de comunicação em que fosse possível transformar uma realidade grande e complexa em uma história simples e poderosa. Uma indústria que gera 200 mil empregos, é símbolo de exportação, possui hegemonia no mercado global e desenvolve tecnologias que colocam o Brasil na vanguarda da sustentabilidade econômica. Uma história de sucesso que ainda não havia sido contada.

Expandir
  • img-4

Case: BRF, O Mundo Com Mais Sabor

Cliente: BRF

A Prole coordenou desde o início, em maio de 2009, um dos maiores desafios de comunicação no mundo corporativo: traçar a estratégia de divulgação da fusão de dois gigantes empresariais, antes competidores em um mesmo mercado. A união de Sadia e Perdigão em uma nova empresa, a Brasil Foods (BRF) era uma ótima notícia para o Brasil.

Nascia ali uma das maiores produtoras de alimentos do mundo, uma companhia verde e amarela com operações em 90 países e 116 mil empregados. Mas era preciso também se preparar para eventuais questionamentos sobre a concentração de mercado e possíveis demissões. Do momento do anúncio da fusão até a aprovação final pelo CADE decorreram dois anos. Em todas estas etapas, a Prole esteve presente.

No momento inicial, a agência  criou e coordenou a  execução de um projeto de comunicação que começou com a escolha do nome e da marca da nova empresa e só terminou com o anúncio da fusão uma entrevista coletiva dos principais dirigentes das duas empresas para a imprensa especializada.

Ferramentas de publicidade, jornalismo e relações públicas funcionaram integradas em um único objetivo: comunicar o surgimento de um gigante da economia brasileira, hoje referência no mercado mundial de produtos agrícolas com alto valor agregado. Em julho de 2011, com a  aprovação da fusão pelo Cade, a Prole coordenou uma ampla campanha publicitária que ressaltava o cumprimento das promessas feitas pela companhia, dois anos antes.

Expandir

Case: A Verdadeira Pecuária do Brasil

Cliente: ABIEC brazilianbeef.org.br

Mostrar ao Brasil e ao mundo uma pecuária moderna e sustentável. Com esse conceito a Prole iniciou o trabalho de reposicionamento de imagem da Associação Brasileira da Indústria Exportadora de Carne (Abiec) em maio de 2011. Como desafio, se apresentava a missão de mostrar que a criação de gado em terras brasileiras, assim como a produção de carne pelas indústrias frigoríficas, podem guardar importantes exemplos de sustentabilidade e respeito à natureza.

A Prole iniciou um minucioso trabalho de percorrer mais de 13 mil quilômetros em busca de histórias que confirmassem a narrativa de uma pecuária produtiva e sustentável ao longo da Amazônia, Pantanal e Pampas Gaúchos.

O resultado está compilado num vídeo distribuído aos diversos compradores da carne brasileira na mais importante feira de alimentação do mundo, que aconteceu em outubro de 2011 em Colônia, na Alemanha. São histórias reais, estreladas por produtores que se utilizam das mais sofisticadas tecnologias para criar seus rebanhos com qualidade.

A Prole desenvolveu também um site (www.brazilianbeef.org.br) capaz de apresentar aos exportadores de carne a visão de um produto saboroso, saudável e sustentável.

Enquanto isso, no Brasil teve início um trabalho junto à imprensa brasileira especializada para explicar as dificuldades e desafios de um setor que tem uma imensa obrigação pela frente: ser um fornecedor confiável e sustentável de proteína animal para o mercado nacional e para muitos países que não têm condições de produzir seus próprios alimentos.

Expandir

Case: A Energia Verde e Inteligente do Brasil

Cliente: Única bioeletricidade.com.br

Energia limpa é a chave para a sustentabilidade. Acreditando nessa premissa, o setor de açúcar e álcool do Brasil apostou em uma iniciativa inovadora: a bioeletricidade.

Produzida a partir de um material antes descartado, o resíduo da cana-de-açúcar, a bioeletricidade é uma fonte de energia verde, renovável e 100% brasileira. E, mais importante: com uma capacidade de geração de energia que pode ser equivalente a 3 usinas de Belo Monte.

A missão da Prole, a partir de uma demanda da Única, que agrega as empresas produtoras de açúcar e álcool, foi criar uma identidade própria para a bioletricidade, ajudando a disseminar conhecimento a respeito dessa indústria e mostrando seu papel em uma economia verdadeiramente sustentável. A primeira tarefa foi construir uma narrativa que inserisse a bioeletricidade dentro desse contexto.

Por meio de pesquisa de campo, foi possível descobrir o apoio de entidades ambientalistas de renome como Greenpeace e WWF para esta forma de geração de energia. A Prole, então, desenvolveu uma página na internet (www.bioeletricidade.com), além de outros materiais de esclarecimento que traziam o aval destas entidades à bioeletricidade e explicavam as vantagens de seu uso.

Sob o slogan “Energia Verde e Inteligente do Brasil”, o objetivo da estratégia de comunicação é informar os formadores de opinião e tomadores de decisão e, desta forma, abrir as portas do mercado para essa nova energia verde, que pode ser um reforço fundamental para a matriz elétrica brasileira, bem como uma nova solução energética renovável em âmbito mundial.

Expandir

Case: O Caso Blairo Maggi

Cliente: Blairo Maggi

Entre 2008 e 2009, a Prole esteve à frente de uma ação que a revista Veja classificou como “um dos casos mais impressionantes de mudança de imagem”. Trata-se do empresário Blairo Maggi, um dos maiores produtores de soja do mundo. Neste período, Blairo ocupava o cargo de governador do Mato Grosso, estado líder na produção de commodities agropecuários. No plano interno, sua chegada ao governo, em 2007, representou um novo patamar para o Mato Grosso. Blairo reformulou a administração pública e implementou uma política marcada por rígido controle de gastos e forte investimento na infraestrutura. Mas, no plano nacional, o então governador enfrentou forte oposição de parcela considerável do movimento ambientalista.

Por meio de um estruturado projeto de gestão de imagem, a Prole construiu uma estratégia de comunicação que apresentasse aos formadores de opinião a visão que o governo de Mato Grosso tinha da questão ambiental. Ações concretas, como o aumento dos sistemas de monitoramento, maior rigor na fiscalização e a realização de pactos de sustentabilidade com os setores produtivos, passaram a freqüentar as páginas do noticiário. Em outra frente, foi organizada uma agenda nacional e internacional que posicionou Blairo como liderança global de um setor – o agropecuário – que busca o desenvolvimento sustentável. Ao fim desse processo, Blairo Maggi deixou o cargo de governador com mais de 80% de popularidade e o reconhecimento de publicações relevantes como The Economist e VEJA. Hoje, é senador pelo Mato Grosso.

Expandir
  • img-blairo

Case: Somando Forças

Cliente: Governo do Rio

Em 1960, o Rio de Janeiro deixa de ser a capital federal. A transferência do governo para Brasília não teve efeitos apenas políticos. Nas décadas seguintes, o Rio de Janeiro perdeu divisas, investimentos, empresas, além de prestígio e respeito. O estado chegou a ser o penúltimo na lista de investimentos do governo federal com recursos que representavam menos de um décimo dos destinados a São Paulo. A situação se agravou a partir dos anos 80. Uma sucessão de lideranças políticas buscou o sucesso nas urnas fluminenses se afirmando como oposição ao governo federal de plantão. As brigas político-partidárias se tornaram freqüentes, inviabilizando a implantação de políticas públicas em parceria com as três esferas de governo – Município, Estado e União. O Rio de Janeiro estava isolado.

A partir dos anos 2000, fica evidente o desgaste – especialmente junto à população – dessa política de confronto. Para os profissionais da Prole, estava claro que uma estratégia de marketing institucional para o Rio de Janeiro passava pelo tema União. Era preciso sinalizar que os problemas da cidade e do estado só seriam resolvidos por meio de um esforço que superasse ambições políticas e pessoais, em favor do próprio Rio de Janeiro. Com a vitória de Sérgio Cabral nas eleições para o governo do estado, isso se materializou em um slogan criado pela Prole – Somando Forças. Graças a uma bem sucedida parceria com o governo federal, o estado voltou a atrair investimentos públicos e privados, ganhando caixa para realizar obras de grande porte, em especial nas regiões mais pobres.

Expandir
» «
Cases
  • Marca RJ
  • Cidade Olímpica
  • Vitacon
  • Bolt in Rio
  • Santander
  • I Feel Orange
  • BRF
  • Brazilian Beef
  • BioEletricidade
  • Blairo Maggi
  • Somando Forças